12/02/2009 - O ANTES E O DEPOIS DE WILLIAM HARVEY
Introdução
No Egito antigo, cerca de 3000 a.C., já se tinha a idéia que o coração se contraía. Atribuía-se a ele um papel relevante nas atividades espirituais e emocionais1. Por volta de 400 a.C., na Grécia, Hipócrates afirmou que o coração tinha cavidades e era o centro do pensamento e da alma. Em meados do século II, Galeno constatou que o ar inspirado formava espíritos vitais, que eram distribuídos pela aorta para o resfriamento e a vivificação do corpo, concluindo que as artérias conduziam o ar1. Com o advento e a interpretação da circulação, acreditou-se que o sangue partia dos pulmões para o resto do corpo e voltava ao coração. Galeno admitiu que o sangue circulava por todos os vasos sanguíneos. Andreas Versalius, (anatomista) em 1543, com seu livro: De Humani Corporis in Fabrica, construiu os pilares da anatomia moderna, de forma a contradizer os dogmas galênicos em relação à interação coração-pulmão2. Seguindo a linha moderna proposta por Versalius, Sir William Harvey, médico anatomista, descobriu a pequena circulação ou circulação pulmonar, revolucionando a medicina4. Tal descoberta provocou rejeição pelos adeptos de Galeno, que alegavam falta de embasamento científico nas experiências de Harvey3,4. Essa teoria foi comprovada após o invento do microscópio óptico, por Marcello Malpighi, em 16611. Com intuito de homenagear o grande Anatomista William Harvey, que nos trouxe motivação para buscar o conhecimento através de pesquisas, destacamos a importância de sua descoberta como um marco na historia da medicina. O mesmo espírito crítico que Harvey teve em não aceitar conhecimentos prontos como uma verdade absoluta, deve ser estimulado nos estudantes de medicina pelos novos métodos de ensino.

Objetivos
O objetivo desse trabalho é enfatizar a necessidade dos novos métodos de ensino médico estimularem a curiosidade do aluno na busca do conhecimento, contrastando com os métodos tradicionais que induzem o aluno a se restringir ao protocolo estipulado pelo professor.
A aquisição do conhecimento médico está voltando-se mais para o aluno, e o professor torna-se um tutor nessa caminhada.

Materiais
Para mostrar essa parte da História, utilizamos a revisão bibliográfica composta por livros, periódicos nacionais e internacionais, e através de material disponível na internet. Foram utilizadas as palavras chaves: circulação, história, medicina, coração, William Harvey.

Considerações Finais
Observamos em nossa metodologia, as mesmas estruturas que Harvey observou há séculos, e isso nos dá uma idéia da dificuldade de se fazer pesquisas naquela época, devido à proibição da dissecação, à falta de materiais necessários para a pesquisa, a falta de recursos tecnológicos, a intransigência por parte dos estudiosos e da igreja, e a falta de noções de biossegurança, que levava à contaminação. Harvey transformou o que era mito em ciência explicativa porque, para sua curiosidade, era necessário5. Nós, com o agregar constante de conhecimento no decorrer do curso, vamos transformando os nossos mitos em evidências. Isso é possível porque os novos métodos de ensino médico, como o Aprendizado Baseado em Problemas (PBL), tem como principio o estímulo ao aluno buscar o conhecimento através de pesquisas e debates, dando assim, uma maior dinâmica a formação médica.
Os novos métodos de ensino tendem a agregar a evolução tecnológica ao médico tradicional, que preza a pesquisa, o contato com o paciente e tem uma visão generalista.


Autor Luiz Henrique Salla de Melo Costa
24/03/2016 - Diferenças entre a Dengue, Chikungunya e Zika

As principais diferenças (...)

Autor Hospital Cemil
17/02/2016 - As Doenças Cardiovasculares na Terceira Idade

      (...)

Autor Hospital Cemil
30/10/2015 - Sobre Câncer de Mama

 Sobre Câncer de Mama

Introdução:

Autor Hospital Cemil
19/12/2014 - VÍRUS EBOLA

O primeiro relato do vírus Ebola foi em 1976 (...)

Autor Hospital Cemil
03/04/2013 - DENGUE - UM PROBLEMA DE TODOS NÓS

A dengue é a mais importante arbovirose que afeta o homem em termos (...)

Autor Hospital Cemil
24/12/2012 - Teste do Pezinho

Autor Hospital Cemil

17/01/2012 - Influenza A (H1N1)

O que é a nova influenza A (H1N1)?

O H1N1 (referido anteriormente como influenza suína) é um novo vírus (...)

Autor Hospital Cemil
17/01/2012 - Varizes

O tratamento das varizes não é apenas uma questão estética mas também tem por objetivo evitar complicações como a varicotrombose (obstrução por trombos, (...)

Autor Hospital Cemil
02/12/2011 - Gorduras localizadas e a busca do corpo perfeito

"A maioria das pessoas nunca está satisfeita com o seu corpo, sempre tem uma gordurinha aqui, outra ali, e sempre difícil de combater. (...)

Autor Hospital Cemil
13/02/2009 - CONTRIBUIÇÃO ORIGINAL ALISQUIRENO: A NOVA ESPERANÇA NO TRATAMENTO DA HIPERTENSÃO
ALISKIREN: A NEW HOPE IN TREATMENT OF HYPERTENSION

PAOLA NÓBREGA SOUZA¹
MARIANA HELLU²

Descritores: Hipertensão; Renina; Angiotensina (...)
Autor Dra. Mariana Sandri Hellú
Hospital Cemil - Todos os Direitos Reservados.
Telefone: 44 3621-9200
Av. Ângelo Moreira da Fonseca, 3415
87503-030 - Umuarama - Paraná